bonsai de cerejeira

Existem diversos tipos de cerejeiras que podem ser usadas como árvores de bonsai, algumas são da família das Rosaceaes, outras das Prunaceas, como exemplo, a Cerejeira do Japão ou Sakura (Prunus serrulata), que é muito conhecida. Outras, da família das Mirtáceas, como a Cereja do Rio Grande (Eugenia Involucrata) com seu tronco esverdeado e a mais usada no Brasil, a Cerejeira Silvestre (Eugenia mattosii).

Dessas espécies, a Cerejeira Silvestre é mais utilizada para o cultivo do Bonsai, pois, ela se adapta ao clima quente do nosso país. Ela produz folhas pequenas e lustrosas, flores brancas, e, tem uma frutificação intensa de pequenos frutos vermelhos que são comestíveis, produzindo de duas a três vezes no ano, com sua maior frutificação durante a primavera.

Neste artigo, você vai aprender um pouco mais sobre o bonsai de Cerejeira, que também é chamado de Bonsai de Myrthus Communis. E, se caso, pretende comprar essa árvore, ou, se já possui, siga as dicas abaixo para melhor cultivá-la. Continue conosco.

Posicionando o Bonsai de Cerejeira

Assim como todo bonsai, a Cerejeira também necessita de ficar exposta ao sol diariamente, porém, o sol forte pode danificar suas folhas, então, é ideal que o período de permanência seja quando ele estiver mais fraco, sendo pela manhã, ou, a tarde.

Em estações onde o sol é menos intenso, pode-se deixar o dia todo no tempo, justamente por precisar de bastante luz, mas, é preciso verificar se o solo está úmido. A exposição da cerejeira ao sol é muito importante para sua floração e frutificação.

Rega do bonsai Myrthus Communis

O bonsai myrthus communis, consome bastante água, porém, é preciso tomar cuidado para não deixar o solo com água demais, pois, com isso, pode aparecer fungos, e matar sua árvore se ela não for cuidada imediatamente.

Para efetuar a rega do bonsai de cerejeira, você pode colocar água potável em um recipiente e ir jogando a água gradativamente em seu solo e nas folhas, sem deixar que as mesmas fiquem encharcadas. Somente regue com a superfície estiver quase seca.

Adubação do bonsai

Para alimentar a Cerejeira, existe uma orientação básica a seguir, ela precisa ser adubada em seu período de crescimento, que varia entre a primavera e o início do outono. E em épocas que a floração é intensa, ou, se a árvore, foi recém transplantada, é ideal não fazer a adubação.

Os adubos mais indicados, são os ricos em Fósforo, podendo usar tanto líquidos, quanto sólidos, mas, também pode-se usar adubos naturais, como torta de mamonas, ou, farinha de osso, e que, são facilmente encontradas em mercados.

Transplantação do Bonsai de Cerejeira

O transplante do bonsai do vaso atual para um novo só é necessário, quando suas raízes já estiveram saindo pela superfície, pois, antes disso, não é preciso. E, para postergar a transplantação, pode-se cortar as raízes e trocar apenas a terra, mas, chegará um momento em que, o vaso atual, mesmo depois desses cortes não suportará mais o crescimento do bonsai, assim, você terá que trocar.

A Cerejeira deve ser transplantada a cada ano, ou, no máximo a cada dois anos, pois, ela necessita de um solo com boa drenagem. Para a troca da terra, pode-se misturar, areia peneira, condicionador de solo industrial e argila refratária, onde o primeiro item, é o com maior quantidade.

Poda

A arte do bonsai envolve diversas técnicas para deixar a árvore em seu melhor estilo, e, uma das principais é, a podagem, pois, com ela, você poderá modelar o bonsai da maneira que achar necessária.

Para efetuar a manutenção e deixar a árvore mais bonita, é preciso fazer a poda regularmente, neste caso, com uma tesoura bem afiada, corte os galhos que desfiguram do perfil almejado, e também os brotos que ficam perto das raízes. Também é necessário fazer a limpeza das folhas e retirar as folhas mais ressecadas.

As podas mais drásticas, devem ser feitas no final do inverno, pois, ela brota com facilidade, e com isso acaba aguentando a uma podagem mais rigorosa.

Fazendo a aramagem do bonsai

A aramagem do bonsai serve para efetuar a correção na inclinação dos ramos, e/ou direcionar o crescimento dos ramos para uma parte da copa que estiver vazia. Para o bonsai de cerejeira, os arames podem permanecer por até seis meses.

A cerejeira é uma árvore que tem uma fácil modelação, sendo assim, apenas com as podas, você conseguirá deixá-la em seu melhor estilo, porém, se for preciso aramar, tome cuidado para que os arames não penetrem na casca, caso isso aconteça, tire-os imediatamente.

Para finalizar, deixamos os últimos cuidados. Caso apareçam pragas ou pulgões, trate com inseticidas específicos para plantas, e, caso, a planta apresente alguma anormalidade, leve-a em um profissional, para não correr riscos de perdê-la.

Gostou do artigo? Então compartilhe nas redes sociais, e ajude mais pessoas a entender um pouco mais sobre a arte do bonsai.

Um abraço!

Bonsai de Cerejeira (Myrthus Communis)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *